Publicado em: 9 de julho de 2020

Oie! Como você está hoje?

 

O Autocad é um programa que serve para desenvolver projetos e produtos gráficos. E é o mais eficiente do mercado, inclusive.

Hmm, ok. Mas, qual é a sua utilidade na prática, de verdade?

O Autocad tem diversas vantagens e é muito valioso no mercado de trabalho. Mas aqui vão as principais e as quais vamos discutir neste texto: precisão, velocidade e inovação.

 

O mestre do Autocad feliz com você.

 

Como surgiu o Autocad?

Ele surgiu lá em 1980, produzido pela empresa Autodesk. Por que ele foi lançado? O que ele mudou no mercado? E por que se tornou tão importante?

Antigamente, antes do Autocad e outros softwares similares, as áreas de arquitetura e engenharia tinham todos seus desenhos e projetos feitos a mão. E não só essas duas áreas, mas o desenho de peças para automóveis e outras indústrias também tinham que ser desenhados a mão.

É claro, até hoje peças e projetos arquitetônicos podem ser pensados e criados em desenho. Mas, na hora da produção, todos são feitos no Autocad. Sabe por quê? Pela alta necessidade de precisão que esses projetos necessitam. Tudo precisa estar milimetricamente alinhado. Agora, imagine o trabalho de fazer esse desenho detalhado e técnico a mão? Calcular cada centímetro de cada parafuso que vai numa peça de um motor e desenhar pedaço por pedaço dessa peça?

É por isso que o Autocad quebrou barreiras e revolucionou o processo de produção, tornando tudo muito mais tecnológico. Tanto por substituir de vez o papel, pelo menos na hora da produção e execução das obras e dos projetos, quando por ser superior a todos os outros programas usados anteriormente.

 

Por que o Autocad é essencial atualmente?

Precisão:

No Autocad, você consegue fazer todo o detalhamento técnico de um projeto com precisão milimétrica. Por ele, você consegue fazer cálculos estruturais, interpretar desenhos complexos e reduzir erros no projeto. Sem falar que ele também pode fazer desenhos em 3D, ajudando muito a visualizar como esse projeto será na realidade.

 

Velocidade:

Sem falar que, pela tecnologia e automação, é muito mais rápido fazer cálculos e concluir projetos no Autocad do que a mão, por exemplo. Ou então, se for preciso fazer algum ajuste é bem rápido mudar alguns detalhes pelo programa. Agora, imagine alterar algo em um desenho. Poderia ser necessário redesenhar todo o projeto. Quando no Autocad, em alguns segundos a alteração é feita.

Sem falar na facilidade de compartilhamento que o Autocad permite. É possível compartilhar projetos pela internet com pessoas do outro lado do mundo. O que é algo bem comum e necessário no ramo industrial. E a linguagem do Autocad é universal, todos vão entender. Diferente de algo feito a mão, que pode ser bem mais difícil de interpretar.

 

Inovação:

Pela maior facilidade de realizar cálculos e de testar a viabilidade de um projeto ou produto, o Autocad permite que você faça mais testes rapidamente. Pode ter uma ideia e rapidamente aplicá-la para ver como ficará na realidade. Pode mandar para outras pessoas darem suas sugestões e mostrar para o cliente uma prévia bem precisa de como o projeto, ou produto, será na realidade.

Isso ajuda muito a testar novas visões e ideias e inovar dentro da sua área. O Autocad é um universo infinito de possibilidades de criação.

 

Onde se aplica o Autocad?

Indústria

É uma ferramenta muito usada pelos mecânicos industriais para criar peças para veículos ou máquinas. Por essa área precisar de cálculos e projetos minunciosamente pensados, o Autocad se torna essencial nesse processo.

Exemplo de produção de peça no autocad.

Exemplo de um projeto de peça mecânica.

 

Arquitetura

É possível criar projetos tanto de construções quanto de interiores. É possível testar materiais, calcular a quantidade necessária, reduzir custos e até planejar muito bem o tempo que essa obra pode levar.

Exemplo de um projeto arquitetônico no Autocad

Exemplo de projeto arquitetônico Autocad.

Engenharia

Na engenharia, é possível desenhar detalhes mais fundamentais da obra, como a parte elétrica e hidráulica. Além disso, um engenheiro precisa saber ler e mexer muito bem na ferramenta para conseguir executar uma obra desenhada por um arquiteto, por exemplo.

Exemplo de um projeto elétrico no Autocad.

Exemplo de um projeto elétrico.

Design

Nessa área, esse tipo de programa tem começado a ter mais utilidade, principalmente agora com as impressões 3D. Um designer pode desenhar produtos novos e peças para praticamente qualquer coisa. E também, pode mandar essas peças serem produzida com muito mais garantia de precisão.

 

Quem é o profissional que trabalha com o Autocad?

O cadista, como é chamado o técnico especializado em Autocad, pode ter as seguintes funções:

  • Elaborar desenhos de projetos, obras ou produtos segundo as normas técnicas de cada área;
  • Especificar equipamentos ou materiais que serão utilizados na produção ou edificação;
  • Modificar, redesenhar, atualizar desenhos já existentes;
  • Define etapas do processo de fabricação e acompanha todo o processo de execução para garantir que tudo está sendo seguido conforme o projeto;
  • Pode precisar visitar obras, clientes e dialogar com os responsáveis de cada parte do processo.

 

E aí, se interessou pelo Autocad?

Como você pode ver, essa é uma área muito ampla e com muito espaço no mercado de trabalho. Também é uma área que exige conhecimentos técnicos engenharia, arquitetura ou design, além de uma visão macro e ampla sobre o projeto que se está desenhando.

E um primeiro passo para isso, é entender bem como utilizar essa ferramenta de trabalho cheia de possibilidades, chamada Autocad. Gostaria de fazer um curso online ou presencial? É só vir falar com a gente!

 

Leia também:

Curso de Autocad: conheça o escopo completo do nosso curso.  

Quer trabalhar com design? Áreas de atuação, salários e expertises. 

COMPARTILHE ESSE POST