Publicado em: 17 de março de 2020

O que são as tais Soft Skills?

Hard Skills: tem a ver com habilidades técnicas, facilmente mensuráveis e que você pode aprender mais facilmente. Como, por exemplo: o domínio de uma ferramenta, de tecnologia e etc.

Soft Skills: ao contrário do que o nome sugere, elas não são “leves” ou “fáceis”. São habilidades relacionadas a sua forma de interagir com os outros.

Daniel Goleman, especialista no assunto e autor do best seller Inteligência Emocional, apronta as seguintes habilidades como importantes: resiliência, empatia, colaboração e comunicação. Vamos entender melhor cada uma delas.

Esse é o Daniel.

 

Empatia

“Processo de identificação em que o indivíduo se coloca no lugar do outro e, com base em suas próprias suposições ou impressões, tenta compreender o comportamento do outro.”

 

Permitir-se entrar no mundo das pessoas pode ser de grande ajuda para aprender a lidar com elas. Saber também,  como motivá-las e trazer a tona o melhor de cada um. Além de saber como fazer críticas quando necessário.

Potencializar a equipe: ajuda a compreender onde cada um é melhor e qual função vai desempenhar com mais habilidade.

Melhor comunicação: ajuda a pensar em como fazer uma crítica para alguém. Como falar de um jeito que aquela pessoa não se ofenda.

Bem-estar da equipe: saber como agradar e melhorar o ambiente de trabalho para cada um. Entender o que cada um da sua equipe valoriza.

 

Resiliência

“Capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar à má sorte ou às mudanças.”

 

Tem a ver com não se abalar com obstáculos. Mesmo depois de receber algumas pancadas, você consegue se recompor e seguir em frente.

Automotivação: isso te ajuda muito a se manter motivado, sem precisar de alguém sempre te puxando pra frente. Você cria independência e uma energia para continuar, sempre.

Adaptabilidade: você aprende a não encarar um problema como um fim, mas como mais uma parte do processo. Você sabe que percalços surgem durante o caminho, mas isso não significa parar de caminhar, apenas mudar um pouco a rota.

Aprendizado: como você não desiste por causa dos problemas que enfrenta, começa a aprender com eles e ficar mais preparado(a) para o futuro.

Confiança: com o tempo, você começa a confiar mais em si mesmo por não se desmotivar e vencer as barreiras. E também, faz com que os outros passem a te olhar como exemplo. 

 

Colaboração

“Trabalho feito em comum com uma ou mais pessoas; cooperação, ajuda, auxílio.”

 

Quanto maior for a empresa, mais setores e pessoas de diferentes áreas ela tem. Por isso, se você quer fazer a empresa onde você está hoje crescer, ter a sua, ou trabalhar numa maior, saber trabalhar em equipe será uma necessidade.

Saber o seu papel: um primeiro passo é saber bem o que você precisa fazer para a equipe. Descubra o seu papel e se dedique bem a ele, para não deixar os outros na mão.

Menos trabalho, mais assertividade: e sabendo bem o seu papel, você não precisa se preocupar com tudo. Precisa confiar que cada um vai fazer bem o seu. Assim, você pode focar na sua tarefa e em fazer ela bem feita.

Proatividade: mas é claro, se você puder, sempre ofereça ajuda. Contribua para que os outros também alcancem seus objetivos.

Metodologia: existem diversas técnicas e processos que facilitam a cocriação e um processo de colaboração. Para fazer isso de uma maneira efetiva, é preciso estudar essas metodologias e como usar melhor a sua equipe. Quando puder, busque estudar sobre esse assunto. Principalmente se você quer ocupar um cargo de liderança.

 

Comunicação

“Ação de transmitir uma mensagem e, eventualmente, receber outra mensagem como resposta.”

 

A gente se comunica todo dia e toda hora, qual é o segredo aqui? Ah, minha gente, se comunicar é fácil. Mas, fazer isso bem feito, sem ruídos e sem mal entendidos é uma arte. Veja só algumas dicas:

Escutar bem: antes de emitir qualquer opinião, escute bem o que a pessoa tem a dizer. Deixe que ela expresse tudo que pensa.

Pergunte: além de escutar, tente esclarecer suas dúvidas. Pergunte para de fato compreender o que ela está querendo te dizer. Não deixe nada subentendido.

Pense antes de falar: antes de ter uma conversa com alguém, apresentar uma ideia ou dar um feedback para uma pessoa, pense em como você vai fazer isso. Tudo para garantir que sua mensagem seja bem recebida.

Constante feedback: mantenha um constante recebimento de críticas, para você saber se está indo no caminho certo. Pergunte a opinião das pessoas sobre o seu trabalho e onde você pode melhorar. Isso vai te manter sempre atualizado, atento e sem ruídos na comunicação. Sem indiretas, tudo claramente colocado.

 

Um líder precisa de Soft Skills

“Na maioria dos casos, os contratados são inteligentes, ambiciosos e sabem usar tecnologia. Provaram que conseguem fazer o trabalho. São comprometidos e apaixonados pela ideia de ascender na carreira. Então o que falta nesses profissionais?” – Goleman

Goleman mesmo completa: falta comportamentos e técnicas que melhorem sua relação com os outros.

Segundo ele, muitos jovens não entendem o valor das habilidades interpessoais. Deixam elas de lado, como não importantes. Mas que, como afirma o escritor, a necessidade dessas habilidades só tende a aumentar com um mundo cada vez mais globalizado e empresas cada vez mais conectadas.

Claudio Fernández-Aráoz, conselheiro sênior da empresa de headhunting Egon Zehnder, afirma: “QI te garante seu emprego, inteligência emocional garante sua promoção e a falta de inteligência emocional fará com que você seja demitido.”

 

Como desenvolver Soft Skills em 3 passos:

 

1º aprenda a se controlar

Sempre que surgir uma emoção forte no ambiente de trabalho, seja ela qual for, tente não reagir a ela instantaneamente. Busque compreender sua emoção antes de agir. Os passos são os seguintes:

– Estou sentindo uma emoção agora. Consigo identificá-la?

– Qual é a emoção que estou sentindo?

– Consigo deixá-la passar sem me abalar?

 

Uma dica para ajudar nisso, é tentar aprender a manter seu corpo relaxado, mas alerta ao mesmo tempo. Isso vai te ajudar a não ficar em stress e agir de maneira precipitada.

Goleman também recomenda aprender a meditar e fazer isso diariamente.

 

2 º aprenda a gerenciar seu tempo

Sempre que for interrompido no trabalho se faça essas perguntas:

Isso é muito importante?

Precisa ser feito agora ou pode esperar?

 

Se a reposta for sim: então, diga gentilmente que fará aquilo depois. Anote na sua agenda para não esquecer e volte ao trabalho.

Se a resposta for não: então, largue o que está fazendo para ajudar. Porém, volte o mais cedo possível para a sua atividade.

 

3º Peça Feedback

Pergunte para as pessoas se você está melhorando nas soft skills que colocamos lá em cima do texto.

Busque anotar o feedback delas e sempre se manter conversando e discutindo isso com elas, pra não parar sua evolução.

Converse com amigos, familiares, professores, gestores, colegas de trabalho e quem mais você achar necessário.

 

Autoconhecimento e Autocontrole

No fim das contas, é sobre isso que as Soft Skills estão falando. Melhorando seu conhecimento e controle sobre si mesmo, você vai conseguir se relacionar melhor com os outros!

Quer estudar mais sobre o assunto? Nosso curso de Desenvolvimento Pessoas e Administrativo traz várias técnicas de comunicação, de oratória, de entrevistas, postura corporal, técnicas de vendas, liderança e mais formas de você crescer e se destacar no mercado!

 

Leia também:

Como fazer um plano de ação e conquistar seus objetivos!
Como ser mais feliz no trabalho (e na vida). 
Planilhas prontas e gratuitas de controle financeiro!

#ripkobe

COMPARTILHE ESSE POST